Histórico

A Biblioteca Central, criada através do Decreto n.º 18.111 de 20 de janeiro de 1970, originou-se da fusão das Faculdades de Odontologia, Bioquímica, Ciências e Letras, Direito e Ciências Econômicas e Administração.

Tem por finalidade auxiliar a comunidade universitária nas funções de ministrar ensino e dar apoio aos programas de extensão e pesquisa, com os objetivos específicos de:

  1. Coletar, organizar e difundir a documentação bibliográfica necessária aos programas de ensino, pesquisa e extensão da Universidade Estadual de Ponta Grossa;
  2. Estabelecer intercâmbio com bibliotecas, centros de documentação, universidades e outras instituições técnicas, cientificas e culturais, nacionais e estrangeiras;
  3. Oferecer serviços bibliográficos e de informação à comunidade universitária, de forma a efetuar o desenvolvimento adequado do estudo, ensino, pesquisa e extensão e demais atividades cientificas e culturais da Universidade;
  4. Promover cursos e seminários, orientando o leitor na busca da informação e no uso das fontes existentes na Biblioteca Central;
  5. Divulgar todas as atividades significativas da Biblioteca Central à Comunidade Universitária.

Porém, somente em 1977 os acervos foram centralizados com o término da construção do Bloco D, onde foi designada uma área provisória para o funcionamento da Biblioteca Central, denominando-se “Biblioteca Central Professor Faris Michaele”, em homenagem póstuma ao referido professor da UEPG.

Em 1978, iniciou-se a reorganização e tratamento técnico do seu acervo, que na época estimava-se em aproximadamente 18.000 exemplares.

Com a criação de novos cursos de graduação e consequentemente das coleções, em razão da necessidade de prover suporte informacional às atividades de ensino, como também exigências impostas através da Resolução n.º 18/77 do Conselho Federal de Educação, para reconhecimento de cursos, a Biblioteca Central teve um crescimento de acervo mais acentuado que nos anos anteriores.

Constitui-se em um órgão suplementar da Universidade Estadual de Ponta Grossa, diretamente subordinada à Reitoria, a quem compete exercer a supervisão geral de suas atividades.

Para a execução de suas atividades, a biblioteca central tem um Regimento Interno e um organograma aprovados através da Resolução n.º 008, de 07 de abril de 1993, que dispõe a respeito de sua estrutura funcional e física. O sistema de bibliotecas é composto por duas unidades, campus central e campus de Uvaranas e uma de segundo grau (Colégio Agrícola Augusto Ribas). A Biblioteca Central é depositária de todo o material bibliográfico existente na UEPG, não importando a sua localização e forma de incorporação patrimonial. O acervo foi automatizado em 1989 e, no inicio do ano de 1997, passou a funcionar em rede local mediante a utilização do software Microisis e em 2004 passou a ser controlado por um banco de dados em Linguagem Centura SQL Windows e banco de dados Sybase. A seleção de material, bibliográfico ou não, fica a cargo do corpo docente da Instituição . As solicitações são analisadas e homologadas pelos membros da Comissão Consultiva da Biblioteca, que é composta pela Diretora da Biblioteca, docentes representantes dos cinco setores de ensino (Ciências Exatas e Naturais, Ciências Agrárias e de Tecnologia, Ciências Biológicas e da Saúde Ciências Sociais Aplicadas, Ciências Humanas, Letras e Artes), um representante da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação, um representante da Biblioteca Central e um representante discente.

A Política de Desenvolvimento de Coleções foi aprovada pelos Conselhos Superiores, através da Resolução n.° 008 de 07 de abril de 1993 , calçada na filosofia da Instituição, com critérios bem definidos, facilitando a tomada de decisão no desenvolvimento racional da coleção da Biblioteca Central. As coleções são de livre acesso ao público em geral e podem, com exceção das obras de referência, ser emprestadas aos membros da comunidade universitária, inscritos nas diversas bibliotecas do sistema. Os recursos humanos compõem um quadro de pessoal técnico-administrativo composto por 32 funcionários, dentre os quais oito são bibliotecários.

Conta com bibliotecários, técnicos em biblioteca, técnicos administrativos, auxiliares de biblioteca e auxiliares de serviços gerais.