Procedimentos de Descarte de Residuos

As tabelas de descarte de sólidos e líquidos fornecem algumas substâncias químicas consideradas seguras para descarte, no lixo ou na pia de laboratórios. Entretanto, esta lista foi construída levando-se em conta normas norte-americanas de segurança química e portanto, devem ser avaliadas com o máximo cuidado. Possíveis exceções e limitações às regras de descarte podem ser encontradas na LISTA da Resolução CONAMA Nº 20, de 18 de junho de 1986.

IMPORTANTE:

Antes de realizar o descarte observe se o composto está de acordo com os itens abaixo:

  1. Ao fazer o descarte considerar sempre a toxicidade, inflamabilidade, reatividade e principalmente as quantidades e concentrações diárias permitidas (soluções diluídas).
  2. Recomenda-se no geral 100 ml ou 100 g por descarte por dia. O pH para descarte deve estar entre 5 a 9.
  3. Ácidos orgânicos com odor desagradável, tais como ácido butírico e valérico devem ser neutralizados e o sal resultante da neutralização descartado após diluição de no mínimo 100 vezes o volume de água.
  4. Aminas com odor desagradável, tais como dimetilamina e 1,4-butanodiamina devem ser neutralizadas e a solução salina resultante da neutralização descartada após diluição com um volume de água de até 100 vezes o volume inicial.

Não devem ser descartados:

  • a) hidrocarbonetos halogenados;
  • b) compostos inflamáveis em água;
  • c) explosivos como azidas e peróxidos;
  • d) polímeros que se solubilizarão em água formando gel;
  • e) materiais que possuem reatividade com a água;
  • f) produtos químicos malcheiroso;
  • g) nitrocompostos;
  • f) mercaptanas.
estatisticas gratis