Inscrições abertas para bolsas de Mestrado e Doutorado na Itália

O Governo Italiano lançou edital para o programa de bolsas de estudo do Ministério dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação Internacional (MAECI). As bolsas são voltadas a cidadãos estrangeiros e italianos residentes no exterior para o período letivo de 2019-2020. Entre as oportunidades oferecidas, há bolsas para Mestrado e Doutorado na Itália.

A iniciativa busca favorecer a cooperação entre a Itália e países contemplados, entre os quais o Brasil, nos campos científico, cultural e tecnológico, Além de difundir o conhecimento da língua, da cultura e da ciência italiana.

As bolsas abrangem a realização de cursos presenciais ou de pesquisas em instituições de ensino italianas. Poderão candidatar-se estudantes interessados em cursos de graduação; cursos de alta formação profissional, artística e musical; cursos de doutorado; projetos de estudo em cotutela; e cursos de língua e literatura italiana.

Para os interessados em fazer mestrado ou doutorado, há uma lista de universidades participantes e o candidato pode escolher qualquer curso. Não há restrição de área de estudo, as opções estão disponíveis no portal Study in Italy.

A duração da bolsa na Itália poderá ser de três, seis ou nove meses, a depender da modalidade de curso escolhida. Elas são válidas para o período de 1º de janeiro de 2020 a 30 outubro de 2020. O limite de idade é de 28 anos para graduação, cursos de alta formação profissional, artística e musical e cursos de língua e literatura italiana; 30 anos para doutorado; e 40 anos para projetos em cotutela.

Aos candidatos selecionados será oferecida bolsa no valor mensal de 900 euros, além de seguro-saúde. Os selecionados para o programa também terão isenção das taxas de matrícula universitária, já que na Itália as universidades públicas não são gratuitas.

Para concorrer a uma das bolsas para pós-graduação na Itália é necessário:

  • Diploma universitário compatível com o curso escolhido
  • Ter no máximo 28 anos para entrar no mestrado e 30 para entrar no primeiro ano do doutorado;
  • Ter proficiência em italiano de nível B2 ou superior (de acordo com o Quadro comum europeu de referência para línguas).

O requisito do idioma deverá ser comprovado na candidatura através de um certificado ou atestado. No entanto, para os candidatos que optarem por cursos inteiramente em inglês, a proficiência na língua inglesa se torna requisito (B2) e não mais o italiano.

As candidaturas deverão ser apresentadas exclusivamente pelo “Portale borse online” até as 14h (hora italiana) do dia 30 de maio de 2019. É necessário registrar-se no site, criando um usuário e uma senha, para depois enviar a candidatura.

A seleção será feita pelos órgãos de representação diplomática italiana no país do candidato. Se selecionado, o estudante será notificado e deverá realizar a inscrição na universidade. Para mais informações sobre as bolsas, você pode acessar o site ou entrar em contato por e-mail: lorenzina.bucciarelli@esteri.it.